Politica

Lula encerra giro pelo Nordeste com retomada de obras da Petrobras, investimento em tecnologia e lançamento do ITA no Ceará

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) iniciou nesta semana uma série de viagens a trabalho pelo Brasil. O objetivo é visitar todos os 26 estados brasileiros ao longo do ano. A região escolhida para começar o “giro” pelo país foi o Nordeste.

“Quero dizer para as pessoas que vou voltar a rodar o Brasil. Eu peguei um país devastado por uma praga de gafanhoto, fruto do governo passado. O desmonte de políticas públicas. Fazia quase sete anos sem reajuste na merenda escolar, por exemplo. Estamos reconstruindo”, disse Lula em seu perfil no X, antigo Twitter, ao anunciar a série de viagens.

Após passar pela Bahia e por Pernambuco, Lula encerrou a semana no Ceará, onde participou do anúncio da primeira unidade do Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA) na região. O campus será construído na capital cearense, Fortaleza.

“A vida inteira eu tenho a obsessão de acabar com a desigualdade entre o Nordeste e os outros estados do Brasil. Eu quero que o Nordeste tenha a mesma oportunidade dos estados mais ricos desse país. E o primeiro passo é a educação”, afirmou Lula durante a cerimônia. “Nós vamos assumir o compromisso de aproveitar esse mandato para que a gente possa resolver o problema da educação no Brasil ou pelo menos consolidar um processo de revolução na educação”, completou.

Na mesma linha, o ministro da Educação, Camilo Santana, afirmou que a inauguração do ITA em Fortaleza “é uma forma de reconhecer que, historicamente, 30% dos aprovados no vestibular do ITA ou são cearenses, ou fizeram curso aqui no Ceará”. O espaço terá um investimento de R$ 50 milhões em infraestrutura. A previsão de término é ainda neste ano.

No total, serão ofertadas 50 vagas, sendo 25 para Engenharia de Energias, voltado para energias renováveis, e 25 vagas para Engenharia de Sistemas, com foco em Tecnologia da Informação. A nova escola aproveitará espaços já existentes da Base Aérea de Fortaleza, como salas de aula, alojamentos, refeitório e ginásios. Não há ainda, no entanto, instalações de laboratório.

Lula também falou sobre a bolsa de permanência para alunos do ensino médio. O estudante recebe um valor mensal para auxiliar na manutenção dele no ambiente escolar. Caso seja aprovado no fim do ano, um recurso será depositado na poupança, e só poderá ser sacado ao fim dos três anos.

“Nós não podemos deixar que aluno do ensino médio desista da escola, porque estão cansados ou porque têm que trabalhar. Nós vamos criar uma poupança para que receba quando terminar o terceiro ano do ensino médio. Ele vai poder gastar um pouquinho por mês, mas vai receber o total só quando terminar”, disse Lula.

O presidente também informou que serão construídos, até o fim de seu mandato, cerca de 100 institutos federais. “A gente gosta de exportar soja, milho, carne, avião, qualquer produto. Mas a gente quer começar a exportar conhecimento. A gente quer exportar inteligência brasileira.”

Outros destinos
O primeiro destino deste ano do “giro pelo Brasil” foi o estado da Bahia, onde Lula assinou um acordo para a implantação do Parque Tecnológico Aeroespacial, em Salvador, na manhã de quinta-feira (18).

“Hoje foi um dia muito importante para o futuro da Bahia, do Nordeste e do Brasil. A ciência voltou. Construir um Parque Tecnológico Aeroespacial em Salvador significa descentralizar a pesquisa e o desenvolvimento de uma indústria de ponta. Significa fazer do Nordeste um centro difusor de tecnologias avançadas para o Brasil e o mundo, e mais e melhores empregos”, escreveu Lula em suas redes sociais.

Depois, o petista seguiu para Pernambuco, onde participou de uma cerimônia promovida pela Petrobras para a retomada de investimentos na refinaria de petróleo Abreu e Lima, em Ipojuca. As obras de ampliação do complexo foram anunciadas um dia antes, na quarta-feira (17).

A primeira unidade de refino de Abreu e Lima começou a funcionar no fim de 2014. No governo de Jair Bolsonaro, a refinaria foi colocada à venda, mas não houve interessados. Agora, a segunda unidade que já estava prevista no projeto, será construída. O investimento estimado é de R$ 6 a R$ 8 bilhões. A expectativa de término da construção é no primeiro trimestre de 2025.

Em seu perfil no X, Lula escreveu que “é com muita alegria que nós vemos a Petrobras recuperar a identidade como empresa de todos os brasileiros e brasileiras. E as obras da refinaria de Abreu e Lima é parte dessa retomada. Petrobras voltou a investir no Brasil, a acreditar no povo, a reconhecer o potencial do Nordeste e de todo o país”.

Também em Pernambuco, em Recife, nesta sexta-feira (19), Lula assinou o termo de compromisso para a construção da Escola de Sargentos das Armas. Antes, ele participou da cerimônia de passagem de comando do Comando Militar do Nordeste, onde foi recebido por representantes do alto escalão do Exército brasileiro.

Base eleitoral
A priorização do Nordeste na agenda presidencial vai ao encontro do estabelecimento e da manutenção de bases aliadas para as eleições municipais deste ano. Hoje, o Partido dos Trabalhadores (PT) tem prefeitos em 227 dos 5.568 municípios brasileiros, sendo a 10º sigla com mais chefes de executivo no âmbito municipal. As eleições deste ano são vistas como uma prévia para a eleição presidencial de 2026, que deve ter aliados do ex-presidente Jair Bolsonaro na disputa.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo